Santa Catarina mantém redução de homicídios em 2019

Desde janeiro, cidades catarinenses registraram 81 casos a menos do que no mesmo período do ano passado

Novos dados referentes à segurança pública do Estado, apresentados no início desta semana apontam uma redução nos indicadores de homicídios em relação aos anos anteriores. De janeiro até à presente data, municípios catarinenses registraram 265 assassinatos. São cerca de 80 casos à menos que o número registrado em 2018: 346 mortes.

Em comparação com 2017 são 136 casos à menos, quando 401 registros marcaram os primeiros quatro meses e meio, daquele ano. Já em 2016 foram 349 assassinatos no mesmo período.

Florianópolis, Joinville e Camboriú estão entre as cidades que apresentaram os melhores resultados na diminuição deste tipo de crime. No ano passado: a Capital teve 34 ocorrências a menos, enquanto Joinville obteve redução de 8 casos e Camboriú, de 7 casos.

A média geral entre os meses do ano, o mês de maio de 2018 e de 2019 também indicam uma queda significativa das ocorrências registradas por dia: 2,45 homicídios/dia no ano passado contra 1,92 neste ano.

Inteligência

Os dados somam pontos positivos no quesito segurança pública para o atual governo, uma das principais bandeiras defendidas durante campanha eleitoral. Santa Catarina também irá fará parte do Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública – Regional Sul (CIISPR-Sul). O termo de cooperação foi assinado pela vice-governadora Daniela Reinehr, na última sexta-feira, 10, em cerimônia realizada no Palácio Iguaçu, sede do governo paranaense.

A vice-governadora destacou que o centro integrado é um é um grande passo no avanço do setor de inteligência e poderá contribuir para uma maior redução nos índices de criminalidade do Estado.

Santa Catarina dará cooperação no quesito estrutura e cederá agentes, em especial nas áreas de inteligência e tecnologia da informação. Um delegado catarinense também coordenará um dos setores do órgão.

Deixe um comentário